sábado, 8 de maio de 2010

Tristeza


Tu não precisavas existir
Não sei por que existes
Se não preciso de você
Quero ser feliz
Posso muito bem viver sem sofrer
Posso mais ainda viver sem você.
Você vem e arrasa meu coração.
Choro, grito e você não vai embora.
Vê se me deixa, desaparece.
Me esquece!
Fui atingido por esse triste mal
Não sou o único, é bem verdade.
Não desejo pra ninguém
Essa coisa ruim que não me faz bem.
Já procurei entender
O sentido pelo qual ela existe
Pois não serve de muita coisa
Apenas pra me deixar triste!
Já que não posso fazer
Você ir embora pra sempre
Sai daqui agora, vai! Vai! de repente.
E não me procura por um bom tempo
Tempo que nunca é bom quando você está aqui
Deixa-me em paz, me deixa ao menos dormir!

LIMA, Joel. Tristeza. Serra Talhada, 2009.




2 comentários:

  1. gosto muito dessa poesia!!

    e parabens pelo blog rsrs

    ta massa!!!

    e parabens pelas poesias!!

    ResponderExcluir